-

+

Como usar a piscina do Condomínio no verão

É a vez do verão. E com a época mais quente do ano, nada melhor do que curtir momentos refrescantes dentro de uma bela piscina. Nesse período, o fluxo de pessoas utilizando o espaço nos Condomínios é intenso. Mas para que todo mundo possa aproveitar os momentos de lazer numa boa, alguns cuidados devem ser seguidos.

A questão de segurança para esta área do lazer é imprescindível. Por isso, crianças nunca devem permanecer na piscina sozinhas. Em muitos Condomínios, o acesso dos pequenos não é permitido sem o acompanhamento de um responsável.

Mesmo que a criança saiba nadar, podem ocorrer imprevistos. Já aqueles que não sabem nadar, devem ter a precaução extra de entrar na água somente com boias.

Para não correr riscos de queimaduras solares e insolações, o melhor horário para entrar na piscina é até às 11h e após às 15h. Também é importante usar protetor solar quando permanecer nas áreas ao redor, e não esquecer de beber bastante água para manter-se hidratado.

Para as crianças e adolescentes, o recomendando é brincadeiras mais calmas. Quando há agitação, é possível ocorrerem quedas e resvalos, por se tratar de um espaço molhado. Isso pode provocar acidentes com graves consequências.

Para que não ocorram estes tipos de incidentes, é importante que o Condomínio elabore algumas normas, que devem ser definidas em assembleia, para o uso do local. Como representante do Condomínio, o(a) Síndico(a) pode responder civil e criminalmente, então é importante ficar sempre atento à manutenção, higiene e segurança da área da piscina.

Para implementar a segurança do local, uma boa opção é instalação de um sistema de monitoramento por câmeras. Além disso, a piscina é um local que deve ficar fechado enquanto não é usado. Questão que pode ser solucionada com grades, cercas e portões.

Também é preciso deixar em dia os pisos, escadas e chuveiros. Na área da piscina deve constar placas que indiquem a sua profundidade.

Há algumas normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) que precisam ser observadas pelo(a) Síndico(a). São elas a ABNT NBR 11238 – Segurança e Higiene, ABNT NBR 11239 – Projeto e execução de piscina e ABNT NBR 10818 – Qualidade da água. Elas indicam a obrigatoriedade de ter um profissional qualificado para operar na limpeza e manutenção.

Algumas localidades exigem que, quando estiverem sendo utilizadas, as áreas de piscina devem estar sob vigilância de salva-vidas com identificação. No Rio de Janeiro, por exemplo, os condomínios com piscinas com dimensões superiores a 6m x 6m precisam de um destes profissionais. Já em São Paulo, essa obrigação é apenas para piscinas públicas. É importante consultar a legislação do município sobre o tema.

A piscina deve possuir entradas e saídas, como as escadas, na sua parte rasa. Piscinas para crianças não devem ter a profundidade maior do que 0,60 m.

Os ralos devem ser cobertos por grades ou tampas, cujas aberturas tenham até 10mm de largura.Essa parte por onde escoa a água pode ser muito perigosa. Principalmente em piscinas mais antigas, os ralos tem a sucção da água mais forte e isso pode ocasionar graves acidentes.

Nesses casos, uma atualização deve ser avaliada. Verificar a possibilidade de trocar o equipamento por outro que não dê tanta vazão à água. Há diversas opções disponíveis no mercado.

Um chuveiro precisa ser instalado na área da piscina. E é importante que os usuários sejam conscientizados sobre a importância de usá-lo antes de entrar na água. Essa medida evita que protetores solares, cremes de cabelo, entre outros, contaminem a água. Também para manter a água limpa, deve ser evitado o consumo de lanches ou comidas nas áreas ao redor da piscina.

Para que o local tenha a higiene adequada, a piscina deve receber manutenção toda semana. O número de Moradores(as) é um dos fatores que será levado em consideração pelo(a) Síndico(a) para decidir qual tipo de manutenção é necessária.

Em Condomínios pequenos, zeladores ou faxineiros podem fazer a manutenção. Mas para que possam atuar, precisam de treinamento e também utilizar os equipamentos de proteção individual necessários para a atividade. Para grandes Condomínios, a melhor opção é contar com algum empresa especializada nesse tipo de serviços.

Dicas de manutenção

 

 

 

Alguns itens básicos podem ser seguidos para garantir a manutenção e a boa funcionalidade de qualquer piscina. São eles:

  • Filtragem – Deve ser realizada diariamente, de acordo com as especificações do fabricante do filtro. Quando forem dias de tratamento da água, com cloro, por exemplo, a filtragem deve ser ser feita após a aplicação dos produtos.
  • Cloro – Deve ser aplicado a cada dois dia, pela noite, para evitar a evaporação. Nas piscinas de vinil ou fibra, o cloro deve ser diluído em baldes de água antes de ser aplicado.
  • Aspiração e limpeza – Devem ocorrer pelo menos uma vez por semana. As bordas da piscina também devem ser escovadas semanalmente. Este trabalho deve ser realizado com escovas macias e com produtos específicos para este tipo de limpeza.

Nunca deixe a piscina sem tratamento por mais de um mês. Água parada torna-se foco de de doenças. Sem falar que a inatividade pode causar avarias no equipamento de filtragem.

Posts relacionados

Dia a dia Sem categoria

31/01/2020

Como a Internet das Coisas pode ajudar o Condomínio?

Você sabe o que é a “Internet das Coisas”? Resumidamente, se trata de uma rede de objetos cotidianos – veículos, máquinas, dispositivos e equipamentos, entre outras coisas, que usam sensores, circuitos eletrônicos e softwares capazes de coletar, processar e trocar dados e informações pela internet. Para explicar na prática, podemos pegar como exemplo as casas […]

0

Conflitos Dia a dia

29/01/2020

Manual de etiqueta para bom convívio no Condomínio

Conflitos entre Moradores(as) no Condomínio frequentemente acontecem. Porém, é o tipo de coisa que poderia ser evitada com algumas simples atitudes. Mas será que existe algum manual de “etiqueta” para o convívio Condominial? A resposta pode ser ambígua, mas o que estabelece essa etiqueta é o bom senso. Algumas regras do Condomínio podem ajudar bastante […]

0

Conflitos Dia a dia

27/01/2020

Regras para o uso do Salão de Festas no Condomínio

O salão de festas é um espaço de lazer que conquista muitos(as) Moradores(as). Seja para uma festa, celebração ou outras datas festivas, o local é o ambiente adequado para receber convidados. Compartilhado entre todos que vivem no local, costuma ser uma área bastante disputada. Principalmente pela necessidade de um lugar mais amplo para eventos. Por […]

0

Dia a dia +

4 semanas atrás

Como a Internet das Coisas pode ajuda...

Você sabe o que é a “Internet...

Conflitos +

4 semanas atrás

Manual de etiqueta para bom convívio ...

Conflitos entre Moradores(as) no Condomínio frequentemente acontecem....

Conflitos +

4 semanas atrás

Regras para o uso do Salão de Festas ...

O salão de festas é um espaço...

Comentários