-

+

Maiores dificuldades no trabalho de Síndico(a)

Ser Síndico(a) envolve muitas atribuições e responsabilidades. Fazer com que o Condomínio siga da melhor maneira, manter uma gestão que garanta a satisfação de todos(as) Moradores(as), promover um fluxo de caixa eficiente e manter a saúde financeira do Condomínio.

Quando eleito(a), o(a) Síndico(a) precisa ter em mente que questões legais, jurídicas, contábeis, trabalhistas, administrativas e de infraestrutura serão sua prioridade. E que é preciso saber como lidar com cada uma delas. O conhecimento das diferentes áreas que envolvem sua gestão é fundamental para um bom gerenciamento. Também uma administradora que tenha solidez e experiência pode ajudar a simplificar a gestão.

Muitas vezes os desafios que surgem nessa caminhada desafiam o bom andamento da gestão. E quando isso acontece, a competência e eficácia do(a) Síndico(a) é colocada à prova frente aos(às) Moradores(as). Pois cabe ao administrador resolver e superar os obstáculos. Para entender melhor, que tal conhecer o trabalho do(a) Síndico(a)? Descubra agora quais são.

Inadimplência

 

O índice de inadimplência dos(as) Moradores(as) é o maior desafio de todos os Condomínios. A falta ou atrasos no pagamento da taxa condominial afeta diretamente o orçamento, comprometendo o funcionamento do Condomínio. Portanto deve ser um requisito do(a) Síndico(a) a habilidade de negociar, sem deixar de lado agilidade na cobrança para garantir que todos paguem suas cotas em dia.

Manutenção predial

 

Ter as estruturas do Condomínio conservadas e funcionais é fundamental. Por isso é indispensável realizar a manutenção predial preventiva. Ela deve ocorrer com alguma periodicidade, dependendo do que será inspecionado. Não dar a atenção necessária a essa prática pode comprometer, ou pelo menos diminuir a vida útil, de equipamentos de uso contínuo como bóias das caixas d’água, bombas elétricas, piscinas, elevadores, portões, etc.

Segurança

 

A segurança do Condomínio está relacionada a diversos aspectos. Para evitar dúvidas nesse quesito, que tradicionalmente é uma das principais dificuldades dos(as) Síndicos(as), algumas questões não podem ser negligenciadas. Primeiramente é garantir a manutenção de equipamentos de combate a incêndios, bem como atender todas as exigências do Corpo de Bombeiros. Além disso, é preciso analisar se a infraestrutura do local é adequada e não oferece riscos aos(às) Moradores(as). Os EPIs da equipe de funcionários é outro quesito que não pode passar em vão.

A segurança Condominial é de responsabilidade do(a) Síndico(as), e ele pode responder judicialmente por sinistros que venham ocorrer dentro do prédio. Para evitar estes imprevisto é necessário encontrar alternativas que minimizem riscos

Contas apertadas

 

Conseguir manter a saúde financeira do Condomínio é o principal desafio no trabalho do(a) Síndico(a). Para que os orçamento seja equilibrado, é necessário um bom planejamento, prevendo despesas ordinárias, extras, manutenções, inadimplência, etc.
Seja um planejamento semanal ou mensal, é necessário que o(a) Síndico(a) siga fielmente o cronograma para evitar despesas não previstas.

(Má) Conduta dos(as) Moradores(as)

 

Alguns(mas) Moradores(as) simplesmente não seguem os regimentos internos do Condomínio. Vale lembrar que as áreas comuns, como piscinas, salões de festas, garagens, precisam estar sob constante supervisão do(a) Síndico(a) ou funcionários. Qualquer desatenção nestes locais pode abrir caminho para condutas inadequadas, gerando conflitos entre vizinhos. Não respeitar as normas também facilita a ocorrência de acidentes, que muitas vezes acabam se convertendo em ações judiciais contra o Condomínio.

Conflitos

 

Pode-se dizer que é natural que ocorram conflitos quando se reúnem muitas pessoas com pensamentos opostos. E essa é uma situação comum em Condomínios. Por isso é necessário que o(a) Síndico(a) tenha um perfil imparcial e também conciliador. Faz parte de seu trabalho manter um bom relacionamento e uma boa comunicação com os(as) Moradores(as). Mesmo que seja uma tarefa desafiadora conquistar o respeito de todos.

Controle de acessos

 

É preciso estar atento a todos que têm acesso ao Condomínio. Trata-se de uma precaução que pode garantir a segurança e bem-estar dos(as) Moradores(as). Atualmente existem diversos recursos tecnológicos que podem auxiliar o(a) Síndico(a) nesta supervisão. Avaliar a contratação de um porteiro ou empresa de segurança também é uma boa opção.

Todos estes desafios influem na eficiência de uma administração de Condomínio. Muitos deles já são previstos quando se realiza o planejamento orçamentário do prédio. Mas mesmo assim, quando aparecem estes contratempos, uma atenção especial deve ser dada até encontrar a solução. As consequências de uma má administração podem colocar em risco o patrimônio, a segurança e também desvalorizar as unidades.

Tags

Posts relacionados

Comentários