-

+

Dicas para um convívio harmonioso em Condomínio

Viver em Condomínio é estar próximo a muitas pessoas. E, neste contexto, vários vizinhos sugerem diferentes ideias e pontos de vista. Uma proposta que parece fantástica para um pode ser uma atitude preocupante para outro.

Assim como nas relações em sociedade, o bom-senso é fundamental. E, quando colocado em prática, é possível criar uma atmosfera de bem-estar que influencie a qualidade de vida de todos(as) os(as) Moradores(as).

Para chegar na desejada harmonia, algumas boas atitudes podem ser colocadas em prática. Elas são simples, podem ser adotadas por todos e trarão ótimos resultados para o conjunto.

Entre os vizinhos, o respeito deve estar acima de tudo. É sempre bom lembrar que, na maioria dos casos, uma unidade é bem próxima da outra. Vamos conferir alguma dicas de boas condutas em Condomínio.

Horários de silêncio

 

Cada Condomínio pode definir o seu horário de silêncio. É claro que deve ser deliberado em assembleia e ter o apoio da maioria dos(as) Moradores(as). Alguns regimentos internos ampliam o período em finais de semana.

O que ocorre na maioria dos locais é que, a partir das 22 horas, cessem quaisquer tipos de ruídos que possam atrapalhar os demais vizinhos. Portanto, ao receber visitas ou convidados, tente manter o encontro mais silencioso caso ultrapasse o horário de silêncio do seu Condomínio.

Espaços comuns

 

Como o próprio nome diz, os espaços comuns são lugares de uso de todos. Quem gosta de encontrar um corredor sujo? A resposta é: ninguém!

Portanto, nesses locais compartilhados, como elevadores, jardins, garagens, academias, espaços gourmet, a regra é usar o bom senso. Principalmente no que diz respeito à higiene e conservação.

Ao preparar um almoço em família ou entre amigos em um quiosque, por exemplo, é importante deixar o local limpo após sua utilização (especialmente em casos em que não há taxa de limpeza).

Estacionamento

 

É um problema chegar para estacionar o carro e encontrar sua vaga com o veículo de outro(a) Morador(a). Ou, ainda, um automóvel que está em sua vaga de origem, mas, mal posicionado, impede você de estacionar.

No caso de Condomínios onde os(as) Moradores(as) têm vagas pré-estabelecidas, todos os limites precisam ser respeitados. É uma maneira para que nenhum(a) Morador(a) encontre problemas na hora de entrar ou sair de casa.

Além disso, um hábito que pode incomodar os vizinhos é transformar a garagem em um depósito. Não esqueça que o local é projetado para receber e guardar apenas automóveis.

Segurança

 

A segurança no local é uma responsabilidade compartilhada por todos. Em prédios com senhas, por exemplo, evite passá-las aos parentes ou amigos. Se a saída de carros precisa ser fechada, sempre faça quando sair, entre outras atitudes. Quando ocorre algum tipo de sinistro em Condomínio, todos que nele vivem acabam perdendo.

Também no que diz respeito à segurança patrimonial, quando for viajar por mais dias, desligue registros de água e gás. Na questão energética, mantenha em funcionamento somente o que for necessário.

Elevadores

 

Muitas pessoas consideram o elevador um dos espaços mais democráticos do Condomínio. E algumas regrinhas básicas podem ser seguidas para que o breve convívio neste pequeno local seja sempre uma boa experiência.

Cumprimentar todos que ali estão é um bom começo. E não custa nada, não é mesmo? Segure a porta do elevador quando perceber que mais Moradores(as) estão se aproximando. Evite “prender” o elevador em algum andar nos horários de pico.

Se possível, quando estiver com animais de estimação ou sacolas de compras, utilize o elevador de serviço. Gentileza e cordialidade são sempre bem-vindas.

Reparos

 

Imprevistos acontecem. E, como todos sabemos, não têm hora para ocorrer. Porém, os reparos e benfeitorias nas unidades devem sempre respeitar os horários estipulados. Antes de começar alguma reforma, comunique principalmente ao Síndico, para verificar a viabilidade, bem como aos seus vizinhos mais próximos para evitar algum transtorno.

Funcionários

 

Cada Condomínio pode ter muitos funcionários. São porteiros, zeladores, manobristas, equipes de limpeza e muitos outros. Trate-os sempre com respeito.

Quando houver alguma necessidade de sugestão ou reclamação, converse diretamente com o zelador ou mesmo com o(a) Síndico(a). Também evite pedir serviços particulares aos funcionários. Lembre-se, eles são a equipe do Condomínio.

Assembleias

 

Você acha que algumas questões não têm a atenção desejada? É momento de tocar no assunto. Porém,a hora adequada para tomar esta atitude é na assembleia de Condomínio. O encontro é perfeito para expor sua opinião sobre os serviços que precisam ser melhorados, implementações, obras ou reparos no prédio.

Essas necessidades podem ser colocadas em pauta pelo(a) Síndico(a) e deliberadas nas assembleias. A oportunidade também servirá para analisar as prioridades, saber o que está sendo realizado e se inteirar sobre a situação financeira do Condomínio.

O bom convívio parte do bom-senso e também de conhecer as regras do Condomínio. Podemos até não concordar com algumas normas, mas elas foram aprovadas pela maioria e precisam ser respeitadas. A convivência saudável é uma meta possível. Em casos de discordâncias, nunca esqueça que uma boa conversa é sempre uma grande solução.

Tags

Posts relacionados

Comentários