-

+

Por que o bom relacionamento entre Condôminos é fundamental?

Viver em comunidade não é tão simples quanto parece. As pessoas tendem a se envolver em conflitos porque têm interesses e personalidades diversas. Em um Condomínio, a convivência é ainda mais intensa, uma vez que toca na questão do sentimento de posse do lar. Tomar certos cuidados e promover algumas ações pode facilitar essa construção do bom relacionamento dentro de um Condomínio e, para detalhar essas ações, contamos com a ajuda da especialista em Gestão Condominial Mara Lucia Lopes Fernandes.

“A maior dificuldade do inter-relacionamento em Condomínios reside no fato de que as pessoas têm cada vez menos tempo e disposição para conhecer o outro”, destaca Mara.

Não deveria ser algo difícil; dependeria apenas que os Condôminos desenvolvessem empatia pelos vizinhos e seguissem as normas estabelecidas no estatuto. Para Mara, “com a prática diária de atitudes educadas e saudáveis, como por exemplo dar bom dia, segurar a porta do elevador, evitar barulhos excessivos, além de cumprir as regras pactuadas na convenção do Condomínio, a construção do bom relacionamento se daria naturalmente”.

O papel do (a) Síndico (a) na construção do bom relacionamento

No papel de administrador (a), a figura do (a) Síndico (a) é considerada essencial ao desenvolvimento do bom relacionamento entre os todos os Condôminos. A especialista explica: “Para o (a) Síndico (a) imputo a responsabilidade de ser ‘ponte’. Ponte entre ele (a) mesmo (a) e os moradores e, principalmente, elo para construir acesso entre os moradores. Não é tarefa das mais simples; no entanto, é de fundamental importância para que se formem hábitos de relacionamento entre os Condôminos”.

Na mão contrária, a falta de preocupação do (a) Síndico (a) com a boa convivência entre os vizinhos pode gerar problemas relevantes para o Condomínio. “Há uma tendência de adoecimento emocional dessa comunidade. Um (a) Síndico (a) que não se preocupe em construir um ambiente saudável terá dificuldade, inclusive, para conduzir uma assembleia. O clima de negatividade estará posto e as pessoas se sentirão desconfortáveis”, afirma Mara.

O assunto merece atenção. “O clima de bom relacionamento facilita absolutamente tudo no Condomínio, desde a tomada de decisões nas assembleias a um passeio nas áreas comuns. Faz com que as pessoas se sintam bem em voltar para casa porque fica no ar uma energia boa e contagiante”, completa a especialista.

Confira cinco dicas para uma boa convivência no Condomínio:

– Conheça profundamente a convenção e o regulamento e tenha uma atitude firme, porém simpática, em relação ao cumprimento das regras.

– Incentive a criação de equipes para organizar campanhas de cunho social na comunidade do entorno próximo ao Condomínio.

– Mantenha a comunidade Condominial bem informada acerca dos acontecimentos que envolvem o Condomínio em suas diversas áreas.

– Promova eventos de socialização no Condomínio.

– Tenha uma atitude de empatia com todos.

 

Posts relacionados

Dia a dia

11/12/2019

Limpeza do Condomínio: Organizando o estoque

Nos dias de hoje, qualquer economia ajuda. Ainda mais na Administração Condominial, quando o(a) Gestor(a) precisa estar sempre atento às finanças, equilibrando recursos entre todas as áreas necessárias do Condomínio. E a questão dos materiais de limpeza e higiene também tem impacto direto nas despesas do Condomínio. Custo que pode ser minimizado organizando um estoque […]

0

Cobrança Economia

13/09/2019

Falhas que podem comprometer o orçamento do Condomínio

Uma gestão condominial transparente é um primeiro passo para evitar problemas no Condomínio. É claro que o desejo de todo(a) Síndico(a) é de que tudo transcorra perfeitamente, que as contas estejam em dia e os(as) Moradores(as) satisfeitos. A verdade é que são poucos(as) Síndicos(as) que possuem de fato experiência em gestão condominial. Essa condição muitas […]

0

Economia

10/09/2019

Prestação de contas no Condomínio: Como fazer?

Harmonia no Condomínio é o que todos(as) Moradores(as) querem. Da parte do Síndico, é possível fomentar este ambiente a partir de uma gestão transparente. A transparência pode vir da prestação de contas anual, já que é uma obrigatoriedade, como diz o Art. 1348, VIII, do Código Civil. Todas as movimentações financeiras da administração condominial precisam […]

0

Dia a dia

6 meses atrás

Limpeza do Condomínio: Organizando o ...

Nos dias de hoje, qualquer economia ajuda....

Cobrança +

9 meses atrás

Falhas que podem comprometer o orçame...

Uma gestão condominial transparente é um primeiro...

Economia

9 meses atrás

Prestação de contas no Condomínio: Co...

Harmonia no Condomínio é o que todos(as)...

Comentários