-

+

12/12/2018

Como lidar com diferentes perfis de pessoas num único lugar

Não é preciso ser expert em marketing ou vendas para saber que, no mundo dos negócios, o conhecimento sobre o público-alvo é fundamental na construção de relações bem sucedidas e duradouras. Pois, acredite, a premissa também serve como uma luva na relação condominial, onde os mais diferentes perfis de pessoas, com os mais diversos comportamentos, têm em comum única e exclusivamente o local em que habitam ou frequentam – isso no caso dos Condomínios comerciais.

Ao (à) Síndico (a), então, cabe a desafiadora tarefa de conhecer cada perfil de Condômino que constitui o seu público-alvo. Para o professor da Escola de Síndicos, Renato Barbosa da Cunha, a missão não é fácil, considerando-se a atual heterogeneidade no perfil dos moradores. “Hoje, as diferenças culturais, sociais e de modo de vida propiciam ambientes cada vez mais complexos. Isso provoca maior necessidade de analisarmos os perfis de moradores no que diz respeito à sua postura em relação ao Condomínio para termos uma atuação mais estratégica dentro de cada ambiente”.

Os diferentes perfis

Nessa diversidade de perfis existentes dentro de um mesmo Condomínio, é possível encontrar aqueles cujo comportamento joga para o time, ou seja, podem auxiliar na gestão. Mas há também os que jogam contra, o que demanda maior capacidade de negociação e, obviamente, mais paciência por parte do (a) Síndico (a). Saber reconhecê-los é um passo importante no trabalho de Síndico (a). Como? Cunha nos ajuda ao traçar as principais características de cada perfil:

Os racionais

Condôminos que julgam e decidem tudo segundo critérios fortemente racionais. São muito observadores, não aceitam nada impulsivamente e analisam todas as informações antes de tomar uma decisão. Cobram sempre, mas também ajudam nos detalhes. Com boa memória, evitam que fatos caiam no esquecimento.

Os maduros

Em muitas ocasiões, conhecem o Condomínio melhor que o (a) próprio (a) Síndico (a). Podem ser muito úteis como aliados da gestão. Conscientes, reclamam de forma seletiva e nos canais por onde têm acesso direto.

Os alienados

Esses Condôminos tendem a ter comportamento passivo. Aceitam tudo sem se posicionar. Agem como se estivessem pedindo um favor. Condôminos com esse perfil não deixam de reclamar, mas quando o fazem é para terceiros, e não diretamente para o (a) Síndico (a).

Os emotivos

Simpáticos, pacientes e, por vezes, bastante demorados, priorizam o relacionamento e o detalhamento dos problemas, o que em alguns casos causam atraso nas decisões. São extremamente suscetíveis ao tratamento indiferente e misturam o pessoal com o coletivo de forma complexa.

Os revoltados

Nunca estão satisfeitos; reclamam diante de qualquer problema. Costumam falar alto para chamar a atenção de todos e têm muita dificuldade para se colocar no lugar dos outros. Justamente por essa falta de empatia, é o perfil mais difícil dentro do Condomínio. O segredo para lidar com esse tipo de Condômino é saber separar a função de Síndico (a) do pessoal, sem se envolver pessoalmente com suas revoltas.

Como identificá-los?

Muita observação, segundo Renato Barbosa da Cunha. “O (a) Síndico (a) precisa ser um (a) bom (a) observador (a). Somente ao conhecer as pessoas e analisar cada tipo de comportamento, é possível identificar o perfil e traçar uma estratégia de atuação. O fato de ouvir as pessoas e buscar entender seus motivos também contribui muito para a identificação de quem pode ajudar ou atrapalhar na gestão condominial”.

Independentemente do perfil, o professor Cunha dá uma última dica para Síndicos (as): sejam sempre imparciais. “Isso não significa abdicar de opinião, mas saber que, acima de tudo, em um Condomínio, as regras devem ser cumpridas por todos, inclusive por ele (a), sem privilegiar ou punir um tipo de perfil por ajudar ou atrapalhar a administração do Condomínio”.

Como conhecer seu público-alvo:

– Conheça os diferentes perfis possíveis dentro de um mesmo Condomínio.

– Observe cada Condômino de forma a categorizá-los mentalmente.

– Converse e ouça cada um. Esse cuidado facilita a identificação.

– Para cada perfil de Condômino, desenvolva uma estratégia de atuação.

– Seja imparcial sempre, independentemente do perfil do Condômino.

Posts relacionados

Dia a dia

13/12/2018

Aprenda a reconhecer e lidar com um condômino antissocial

A vida em comunidade é sempre desafiadora, uma vez que as pessoas têm personalidades e opiniões diferentes. Quando se…

0

Conflitos

12/12/2018

Aprenda a arte da mediação de conflitos no Condomínio

Não é só nos jogos de futebol e no plenário do Congresso Nacional que acontecem discussões acaloradas. Nos Condomínios…

0

Assembleia +

1 mês atrás

Dicas para controlar a inadimplência ...

A inadimplência é um problema que envolve...

Dia a dia

8 meses atrás

Aprenda a reconhecer e lidar com um c...

A vida em comunidade é sempre desafiadora,...

Conflitos

8 meses atrás

Aprenda a arte da mediação de conflit...

Não é só nos jogos de futebol...

Comentários